O dia que Fortaleza parou

Sem pretensões de fazer análises mais profundas, mas estou bastante incomodada com as avaliações feitas sobre o lamentável episódio de ontem, neurotizando o medo das pessoas como se a histeria fosse fruto de uma alucinação coletiva. Esse pensamento só alimenta o preconceito de que somos uma terra de bugres ou que somos personagens vivos de ‘Guerra dos Mundos’ de Orson Welles. Que tivemos a posição passiva de ser enganados e ludibriados por boateiros.

Ora, essa propalada histeria foi causada por muitos aspectos, dentre elas a completa ausência do poder institucionalizado. O Estado não existiu ontem. Em nenhum aspecto.

De fato foi bem difícil discenir entre atos, fatos e boatos. Muitos se aproveitaram e instigaram o pânico inclusive repassando noticias sem a contrachecagem necessária.

Mas não tentem nos transformar em neuróticos. Não mais do que já somos em periodos corriqueiros. De fato houve, sim, razões inúmeras que justificaram a perplexidade e assombro que assolou nossa cidade, mesmo que alguns tentassem desesperadamente abafar para não evidenciar a inoperância e incompetência do gestor e da gestão do nosso Estado.

Com efeito, acabou a greve e o governo que não a evitou, foi obrigado a ceder. Mas estamos longe de resolver a crise. Falta a contraparte dos PMs que contrariando todos os prognósticos, conseguiu adesão da sociedade civil seja por medo ou seja pelo entendimento de que o principal foco era o governo.

Falta discutir e pactuar com a sociedade qual segurança pública devemos construir. Faltou sociedade civil ontem, ficamos acuados e não fosse a internet teriamos ficados isolados até de nós mesmos como citadinos. Mesmo e com a disseminação de falsa informação, a rede soube ter seu papel de mobilizador e formador de opinião. Não sei se o governo teria cedido tão facilmente não fosse a pressão das tais redes sociais que conseguiu propagar o terrivel episódio além dos muros do Ceará e até do país.

Estamos ainda muito longe de se conseguir a tranquilidade ideal pois bem sabemos que não é a polícia quem proverá. Esse desejo deve ser nosso, esse sim, inerente a cada um mas que por vezes precisa ser suscitado, instado, potencializado.

Impressão que tenho é que começamos 2012 hoje. E que as lições do caos de ontem possam ser nossa referência para o que não queremos na nossa vida. Não podemos afirmar com convicção quem saiu vencedor. Mas quem perdeu. E perdemos todos. Ontem soubemos exatamente como não deve ser um governo e nem uma sociedade.

Se isso não for caos, não quero nem imaginar o que é um.

Anúncios

Sobre andreasaraiva

Sou cearense e vivo no mundo. Curiosa, língua afiada e doida por cerveja com caranguejo...

Publicado em janeiro 4, 2012, em Geral. Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Andressa, meus parabéns. Você é a prova viva de que tem gente inteligente de olho no que ta acontecendo. Usando as palavras de um amigo; – boato ou não, a consequência é real.
    Espero que lembremos deste episodio nas eleições, não para tirar do poder o atual governador, creio que até em certos aspectos ele é bastante eficiente, mas para ficarmos atentos ao que ocorre com o nosso Estado, nossa Cidade e principalmente para termos voz e vez, para que deixemos de ser meros espectadores para sermos protagonistas da nossa historia. Eu adoro politica e odeio politicos, mas acho que isso tenho que mudar, tenho que ficar de olho neles, assim como vc fui “premiada” e pude ter uma educação de qualidade nesse país, isso aumenta minha responsabilidade para falar por aqueles que não tiveram a mesma “sorte” que eu e vc. Fica com Deus e vamos cuidar do nosso presente, pra poder proporcionar futuro pros nossos filhos. Beijos, Laura Ellery

  2. Haroldo Barbosa

    Posto abaixo comentário feito no Facebook sobre uma matéria do DN no caderno Polícia com o título” Histeria coletiva e boatos causam sensação de medo nos cearenses” http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1089906
    Não acho que a academia tenha explicação para tudo (velho recurso da mídia convencional:as coisas fogem ao controle do cotidiano cinza, chama um especialista que dá uma explicação confortável e tudo volta ao normal).
    Não acho que houve histeria coletiva e muito do que foi relatado aconteceu. Agora, é mais fácil e cômodo botar a culpa nas redes sociais, nos “plantadores de terror” e em boatos, do que culpar aqueles realmente responsáveis pelo caos:o sistema capitalista e seus governantes, mestres em desrespeitar as leis que eles mesmos ajudaram a criar, em espancar e desrespeitar trabalhadores, desempregados, estudantes e em se lixar para a maioria da população:três exemplos? Dilma, Cid e Luizianne!

  3. Não esqueçamos a inoperância do governo executivo E PRINCIPALMENTE LEGISLATIVO, pois este segundo foi até as emissoras para fazer a fala meia boca de que o caso deveria ser resolvido “em prol da sociedade” (os aliados pra não dizer a maioria) com aquele discurso NEM PRÓ NEM CONTRA MUITO MENOS PELO CONTRÁRIO ou para levantar bandeiras já de campanha (os de oposição – se é que inda existem), mas em nem um momento falou-se que já se arrastava a muito tempo o problema e que eles como fiscais que deveriam ser não cobraram do executivo uma solução.
    Este é o problema de uma AL lotado de coleguinhas ou de devedores de favor.
    Os grevistas suportaram até tomarem a medida, mas radical (a greve) como forma de serem vistos, ouvidos e acatados. Muitos nem sabiam de que desde 2006 se arrasta esta perrengue nas categorias paralisadas.
    Que fique o aprendizado de que há situações em que vão além dos vídeos bem elaborados nas propagandas de televisão e que o povo já elabora suas próprias opiniões.

  4. Sabe Andréa, discordo. Fortaleza é uma cidade normalmente muito neurótica. Erick Fromm fala das neuroses contaminando sociedades inteiras. Estamos nesse estado sim e o dia de ontem não foi muito diferente dos dias de sempre. Exarcebado. Muito mais preocupante do que a omissão do Estado – que já é muito grave – é a inoperancia da sociedade civil.

    • Olá, Júlio, grata por comentar.

      No texto não nego a neurose cotidiana, mas daí a quererem vender a versão de que o que houve ontem não teve correspondência com dados/fatos e que foi fruto da imaginação e da construção de boatos, vai uma grande distância.

      Analisando um pouco mais esse discurso de que tudo foi fabricado, chego a conclusão de que isso é apenas para escamotear a responsabilidade política dos gestores. Posto que era bem real as ameaças e até mesmo os vários casos relatados por amigos e conhecidos.

      É mais fácil colocar a culpa na histeria coletiva do que em assumir a grande responsabilidade do estado e até da sociedade civil. O Estado não foi apenas omisso, foi criminoso.

  5. ANTONIO BA-TI-CUM !!!

    O DIA QUE FORTALEZA PAROU

    E OS GOVERNOS SUMIRAM…

    É ISSO!!!

    A PREFEITURA DE FORTALEZA DEU O SEU AR DE DES-GRAÇA NO DIA 03/JAN PARA INFORMAR QUE POSTOS DE SAÚDE, DEMAIS ÓRGÃOS ADMINISTRATIVOS E ESCOLAS MUNICIPAIS NÃO FUNCIONARIAM, POR CONTA DA FALTA DE SEGURANÇA…E O GOVERNO DO ESTADO APARECEU APENAS PARA INFORMAR QUE NÃO ENTRARIA EM ACORDO COM OS GREVISTAS…

    QUER DIZER, SE ESSES GOVERNOS SUMISSEM PARA PARAR DE ADMINISTRAR CONTRA O POVO TUDO BEM + NÃO!!!!

    E AGORA ESSA MÍDIA ” QUE SE DIZ DA DONA DA VERDADE” VEM QUERENDO COLOCAR A CULPA NAS REDES SOCIAIS, QUEREM QUE SEJAMOS O “BODE EXPIATÓRIO” DESSAS DESADMINISTRAÇÕES QUE SE DIZEM PÚBLICAS…

    AS REDES SOCIAS NÃO TEM A PRETENSÃO DE TER O MONOPÓLIO DA VERDADE, DE SER LATIFUNDIÁRIA DA VERDADE ABSOLUTA, AO CONTRÁRIO, AO MEMSO TEMPO QUE CIRCULAVAM NOTÍCIAS DE ARRASTÕES, VIOLÊNCIAS, TERROR, PÃNICO, TINHAM ESCALRECIMENTOS SINCEROS SOBRE A RE-A-LI-DA-DE !!!!

    ENQUANTO OS PRESTADORES DE SERVIÇOS DESSA MÍDIA-MERDA ESTÃO PROTEGIDOS NOS SEUS CARROS OU PRÉDIOS, LANÇANDO AS SUAS IN-FORMAÇÕES, NÓS, QUE COLOCAVAMOS, POSTAVAMOS NOTÍCIAS SENTIDAS NA PELE, DE TODA AQUELA SITUAÇÃO, VIVIAMOS A RE-A-LI-ADA-DE !!! ESTAVAMOS INDEFESOS, TENTANDO LEVAR UM POUCO DAQUILO TU-DO, PARA QUE AS PESSOAS ÁVIDAS POR NOTICIAS TIVESSEM ALGUM ALENTO, SE É QUE ALGUÉM CONSEGUI!!???

    TENHO A CERTEZA QUE NÓS, BLOGUEIROS, QUE CURTIMOS AS REDES SOCIAIS, NÃO ESTAVÁMOS EM PAZ!!!!

    O DIA QUE OS GOVERNOS SUMIRAM!!!!

Dê seu pitaco...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: